Rádio Tour
COMPARTILHE COM:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Início » Blog » Sem Categoria » Trabalhadores aprovam pacote de sindicato com a Ford para encerramento dos contratos em São Bernardo

Trabalhadores aprovam pacote de sindicato com a Ford para encerramento dos contratos em São Bernardo

Assembleia com aprovação de proposta de pacote de indenização devido ao fechamento da fábrica. Ford. 30.04.2019 Foto: Adonis Guerra/SMABC

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (30/04) os trabalhadores na Ford, em São Bernardo, aprovaram por unanimidade a proposta negociada entre o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e a empresa para encerramento dos contratos de trabalho, decorrentes da decisão de fechamento da unidade, anunciado pela montadora em fevereiro deste ano.

Para os horistas da produção, o acordo contempla a abertura de um Plano de Demissão Incentivada (PDI) que tem como base índices que variam de 1,5 a 2 salários por ano trabalhado, com estabelecimento de um valor mínimo. Ao metalúrgico que participar do processo de seleção e for contratado pelo novo grupo que vier a adquirir a fábrica, será oferecido o índice de 1,5.  Aqueles que não forem contratados ou que decidirem sair em definitivo, sem passar pela seleção, receberão o pacote de incentivos com base em dois salários. O desligamento dos trabalhadores interessados em ficar na nova empresa só acontecerá após o processo de seleção. Caso a venda não se concretize todos receberão o valor maior.

A mesma lógica é utilizada para os trabalhadores mensalistas. O PDI para quem ficar na nova empresa tem como base 0,75 de salário por ano trabalhado. Quem sair recebe 1 salário por ano trabalhado.  Também foi estabelecido um valor mínimo. A Ford informou ao Sindicato que deverá manter uma parte dos mensalistas do setor administrativo. Na negociação com a montadora, o Sindicato conseguiu garantir a estes trabalhadores a permanência em São Bernardo até março de 2020.

O presidente do Sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, avaliou como positivo o resultados das negociações com a Ford e reforçou que falta agora a segunda etapa de luta. “Nós vencemos a mais importante batalha nesta que é uma dura guerra pela manutenção desta fábrica no ABC. As condições asseguradas para o encerramento dos contratos com a Ford, neste cenário, representam uma vitória importante. Nosso objetivo agora é garantir a manutenção da fábrica com novos proprietários, e que ela continue fabricando caminhões. As negociações estão acontecendo e nós vamos discutir com eles, no momento certo, as condições de trabalho daqueles que serão admitidos por esse novo patrão”, destacou.

Wagner reforçou que o pacote de incentivos aprovado hoje é o resultado de uma intensa negociação, que durou mais de 40 dias, período em que o Sindicato dialogou com a direção local e mundial da montadora, com entes públicos e sociedade civil. “E é resultado também da mobilização dos trabalhadores e do empenho dos representantes do Comitê Sindical na fábrica. Nenhuma negociação teria sido vitoriosa sem isso”.

‘O dirigente ressaltou também que, além da compensação financeira prevista no PDI, a negociação assegurou também um programa de requalificação profissional dos trabalhadores e apoio psicológico durante o processo de transição.